Blog Joalharia

Como proteger uma soldadura anterior

Por vezes é necessário efectuar diversas soldaduras numa pequena área. Quando isso acontece, há o risco de derreter as soldaduras anteriores ao efectuar uma nova. Para evitar esse problema é necessário isolar as soldaduras anteriores. Há imensos produtos no mercado especificamente para esse fim mas não é necessário investir em nada disso.

Basicamente, tudo o que é preciso fazer é “sujar” as soldaduras anteriores para evitar que elas derretam. Há quem sugira fazer uma pasta com o sabão de polimento vermelho (rouge) mas dá uma trabalheira e desperdiça-se material quando se precisa apenas de uma pequena quantidade. Este site explica em detalhe como fazer isso.

A minha técnica favorita, e sem dúvida aquela que dá menos trabalho, foi a que aprendi na aula de joalharia: colocar corrector líquido sobre a soldadura – daquele branco, para papel, que vem em frasquinhos com pincel ou em canetas – é suficiente para proteger as soldaduras enquanto se trabalha. O único cuidado a ter é não colocar corrector na zona que queremos soldar.

Proteger soldadura com corrector

Depois de soldar o corrector fica escuro mas a solda não escorreu

Depois de soldar basta branquear (colocar em ácido), catrabuchar (esfregar com uma escova de latão), e a peça está pronta para a fase seguinte. Não podia ser mais simples.

Questão de segurança importante: os vapores provocados pelos correctores com solvente não devem ser inalados. Seja na aplicação seja quando se está a soldar, é aconselhável o uso de máscara ou uma boa extracção de fumo.

Veja também...

2 Comments

  1. Também podemos colocar barro😉..assim não há problema de inalar tóxicos e nao mancha tanto a prata..

    1. Há muitos produtos que se podem usar. Grafite também funciona e o ocre em pó é o método tradicional mas não gosto porque, como se dissolve em água, tem tendência para escorrer quando se acrescenta o tincal e acaba em zonas onde não quero que fique sujo. A vantagem do corrector é que fica onde é colocado e não escorre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *